PREFEITO LUCIANO VAI AO SINPROSEMPI, ESCLARECE AS DÚVIDAS, E RECEBE APOIO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

Na manhã desta terça-feira o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, participou, a convite do Sindicato dos professores, de uma Assembleia Geral para discutir sobre o momento que a educação do município passa.

O prefeito esteve presente na assembleia extraordinária, convocada pela direção do Sindicato dos professores de Pinheiro, onde na oportunidade conversou com os servidores efetivos da rede municipal de educação sobre  o Plano de Cargos, Carreira, Salário e Remuneração, bem como esclareceu dúvidas sobre os recursos do Fundeb, expôs ainda as dificuldades que o município vem enfrentando devido a crise econômica e política que se  passa no país e se comprometeu em  dialogar com todos os professores sobre qualquer assunto de interesse deles.


De forma racional e inteligente, os professores optaram em sentar a mesa para negociar com o gestor. De forma democrática foi formado uma comissão com sindicato, secretaria de educação, secretaria de finanças, procuradoria municipal, promotoria pública. Segundo o sindicato foram retomadas onde as discussões sobre  PCCR- Plano de Cargos e Carreiras e Remuneração, onde, este plano irá  assegurar os Direitos do Trabalhador e Trabalhadora da Educação, acordo esse firmado entre o gestor e a classe. O sindicato afirmou ainda que essa discussão terá pressa para ser encaminhada antes do final de novembro para a Câmara Municipal antes do prazo da LOA Lei Orçamentária Anual. Além disso o ls professores decidiram não aderir a paralisação haja vista q o prefeito se comprometeu em cumprir com  as reivindicações do sindicato.


Desta forma o prefeito Luciano mostrou pulso firme em enfrentar de frente os problemas e esplanar de forma inteligente as dificuldades que o município enfrenta, devido a vários cortes de verbas da educação feitas pelo governo federal.

“Estivemos sempre abertos ao diálogo e desta vez não foi diferente, a classe dos professores faz parte do meu governo, estamos unidos em prol da educação e não será diferente, estou disposto a sentar a mêsa com a categoria e ouvir as reivindicações para que juntos, governo e sindicato, façam uma educação de qualidade em Pinheiro. Farei de tudo para que os acordos firmados sejam cumpridos e que ambas as partes andem de mãos dadas. Agradeço aos professores, em nome da professora Dinele, que compreenderam as dificuldades que expusemos e por confiar no nosso governo”, afirmou o prefeito Luciano.
A professora Dinele que é a presidente do Sindicato nos afirma que: “Fizemos essa reunião e convidamos o gestor para que ele explicasse o que estava acontecendo com a educação do município e  o por que dos atrasos de salários dos servidores da educação, e ele nos explicou tudo e concordamos e aceitamos os acordos, e todos os acordos firmados foram n formalizados numa TAC – Termo de Ajuste de Conduta- que será levado ao Ministério Público. Posso dizer que a reunião foi proveitosa e que com diálogos tudo se resolve, também decidimos que não haverá paralisação das aulas por parte dos professores, pois o prefeito se comprometeu em ajudar a categoria”, afirmou Dinele.

E é assim que o prefeito mostra liderança no município, conversando com as classes, e mostrando o real momento que o município e o Brasil estão passando.

Urgente! Justiça concede saída temporária para 611 presos no Maranhão

A 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca da Ilha de São Luís divulga portaria na qual autoriza a saída temporária de 611 apenados para passarem o Dia das Crianças com a família. Eles deixarão as unidades prisionais a partir adas 9h desta terça-feira (10).
Os beneficiados com a saída temporária deverão retornar aos presídios até as 18h do dia 16 de outubro, próxima segunda-feira. A portaria tem a assinatura do juiz Rommel Cruz Viégas, auxiliar da capital e respondendo pela 1a VEP.
Relata a portaria que os apenados contemplados com o benefício preenchem os requisitos dos artigos 122 e 123 da Lei de Execução Penal, que dispõem sobre a saída temporária. Os beneficiados deverão obedecer algumas normas, entre as quais: Não se ausentar do Estado; Recolher-se às suas residências às oito da noite; Não ingerir bebidas alcoólicas; Não portar armas; Não frequentar bares, festas ou similares.
LEP – São cinco as saídas temporárias às quais os presos que cumprem pena em regime semiaberto têm direito durante o ano (Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal). De acordo com a Lei de Execuções Penais (LEP), a autorização para as saídas “será concedida por ato motivado do Juiz da Execução, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária”.
Ao ser contemplado com o benefício, o apenado assina um termo de compromisso onde constam as exigências a serem cumpridas durante o período da saída. Abaixo, em Arquivos Publicados, a portaria assinada pelo magistrado.

CAMPEONATO PINHEIRENSE DE FUTEBOL TEM RODADA NESTA TERÇA-FEIRA!

O Campeonato Pinheirense de Futebol tem andamento nesta noite de terça-feira (10) no estádio Costa Rodrigues com dois jogos. Na preliminar a bola vai rolar para a Segundona apartir das 18h00 entre Comercial (Pirinã) x Ponta de Santana, que estarão fazendo as suas estreias. A arbitragem será de Manoel Alcides Brito e será auxiliado por Warlesandro Almeida Sousa e Gérson Sousa Silva e o 4* árbitro Rubens César de Sousa.

No jogo principal pela Divisão de Elite Estrela Vermelha x São Benedito entrarão em campo para fazerem as suas estreias na competição. A arbitragem ficará a cargo de Dioclecio Moraes Martins e terá como assistentes José de Ribamar Costa e Marizaldo Cordeiro, o 4* árbitro será Rubens César de Sousa.
Venha para o estádio e vamos incentivar o nosso futebol Pinheirense!

REALIZAÇÃO:
* Liga Pinheirense de Desportos
APOIO :
* Sec. Mun. de Esporte, Juventude e Lazer
* Prefeitura Municipal de Pinheiro

(Por Alberto Ribeiro)

Crise no Brasil: Mercedes-Benz demitiu 370 trabalhadores e vem mais demissões por aí

Na última quinta-feira, dia 8 de setembro, uma triste notícia para 370 trabalhadores, pois a Mercedes-Benz confirmou a demissão de todos eles. Além dos 370 funcionários, as demissões prejudicam diretamente um grande número de pessoas, pois agora são quase quatrocentos brasileiros que terão que cortar gastos, ou seja, não poderão gastar tanto quanto gostariam quando forem à padaria, supermercado, sacolão, e assim por diante. É assim que a crise vai se formando porque outras empresas venderão menos e acabarão tendo que demitir também.

Os 370 funcionários demitidos pela Mercedes-Benz estavam afastados desde fevereiro erecebendo licença remunerada.

A expectativa da empresa era de que a crise melhorasse e que no segundo semestre pudesse voltar com a produção normal, mas a situação vem se complicando mês a mês e, assim, a Mercedes-Benz não teve mais como mantê-los.

A justificativa para as demissões é “falta de atividade de trabalho”. Vale lembrar que a Mercedes-Benz chegou a oferecer o Plano de Demissão Voluntária e muitos outros trabalhadores já haviam deixado o emprego, sendo assim, a redução de #Vagas no mercado é muito maior do que se imagina.

A empresa chamará outros 300 trabalhadores que também estavam de licença remunerada. Eles retornarão ao trabalho, só não se sabe até quando poderão contar com o emprego, pois não há uma perspectiva de melhora a curto e médio prazo.

A unidade de São Bernardo do Campo avisou que, até o final do ano que vem, teria como manter os funcionários que estão retornando ao emprego, porém, o mercado em 2017 é muito incerto e não é bom que os trabalhadores criem expectativas.

O ideal é que cada um procure fazer cursos profissionalizantes em outras áreas, invista em qualificação profissional para que, se for demitido, esteja melhor preparado para o mercado de trabalho.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo já avisou que vai se reunir com a direção da empresa para conversar a respeito das demissões, porém, não há muito a ser feito. OSindicato confirmou que todos os direitos dos trabalhadores demitidos estão assegurados, o que não é novidade, pois é uma obrigação da empresa.

Municípios baianos demitem em massa

levando 90% dos municípios baianos a demitirem em massa os comissionados, terceirizados e prestadores de serviços neste último trimestre – diz Eures Ribeiro (PSD), prefeito de Bom Jesus da Lapa e presidente da União dos Municípios da Bahia.

As demissões oscilam entre 40% a 60% dos funcionários de cada município. Diminuição de remuneração para quem fica também está sendo comum.

– Tem que cortar muito além do limite da gordura. Está um caos financeiro nos municípios – lamenta Eures, um dos que assina carta entregue ao Planalto na sexta-feira, pedindo a edição de uma MP que socorra os municípios brasileiros nesse fim de ano.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) está à frente do pleito. Depende de Temer atender ao pedido.

Conjuntura –  Frustrações na arrecadação própria, queda nos recursos da repatriação (que salvaram municípios ano passado) e FPM menor do que o previsto pela União,  além de queda acentuada nas transferências constitucionais. Isso tudo explica o caos nas finanças dos municípios brasileiros, diz a CNM em estudo recente.

Quanto menor a receita, maior o impacto dos gastos com pessoal, já que a Lei de Responsabiliade Fiscal prevê o limite máximo de 54% da Receita Corrente Líquida para municípios gastarem neste item.

Limite –  A CNM levantou dados de 346 municípios baianos e identificou que 90 deles estão no limite, 47 já na margem emergencial, 104 já estouraram o limite e 105 estão ajustados. Como municípios têm a obrigação de cumprirem o piso do magistério e de entrarem com recursos para a saúde, não sobra nada. O jeito é demitir.

Quero ver quem vai ficar descolado do governo no ano que vem, quando o Brasil voltar a crescer

Beto Mansur (PRB), referindo-se a Rodrigo Maia

Repatriação

O orçamento da União previa R$ 2,9 bilhões em recursos de repatriação em 2017. Na prática, só chegaram R$ 363,4 milhões. A frustração, só para a Bahia, é de R$ 242,9 milhões em relação ao previsto.

Obras paradas

O governo federal tem R$ 27,1 bilhões inscritos em restos a pagar oriundos de obras em municípios do País. Os RP nesse caso são empenhos de projetos de municípios já inscritos e não pagos.

Só para a Bahia, são R$ 2.095.731.000 de RP a receber, sendo R$ 141,2 mi processados e cerca de R$ 1,9  bi não-processados.

A consequência disso  são as obras paradas ou que sequer começaram: praças, quadras esportivas, pavimentação de ruas, habitação popular, unidades de saúde. Ou projeto para aquisição de máquinas agrícolas.

Em toda a Bahia são 666 obras paradas, 741 que sequer saíram do papel embora empenhadas, 70 estão atrasadas e só 42 no cronograma normal, além de 29 adiantadas. Dados do estudo da CNM.

Merenda 

Sem dinheiro de um lado e aplausos de outro. O baiano Silvio Pinheiro, presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, embarca hoje para Roma convidado pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura), para falar sobre o programa de merenda escolar do Brasil, o maior do mundo.

São 42 milhões de estudantes atendidos por ano com merenda escolar em 156 mil escolas. A previsão de investimento do governo para 2017 é de R$ 4 bilhões, sendo 30% desse montante destinado às compras nas mãos de agricultores familiares – o que fomenta a economia em micro regiões.

Os sem CEP  

Camaçari até pode se gabar de estar na linha de frente de algumas áreas: é sede do maior polo petroquímico do Hemisfério Sul e recebeu a primeira montadora de automóveis do Nordeste, a Ford.

Por outro lado, sofre há décadas com um problema primário: falta de cadastro dos seus logradouros. Ou seja, ruas, travessas e avenidas sem cadastro, sem CEP. Lugares inexistentes para entregas de correspondências, encomendas.

Fim da quebrança – Nada menos que dois mil logradouros foram  regularizados via projeto-de-lei aprovado pela Câmara Municipal, semana passada. Milhares de pessoas física e jurídica terão CEP. A lei será sancionada hoje pelo prefeito Antonio Elinaldo (DEM).

A secretária Juliana Paes, do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, pasta que regularizou os cadastros, disse que a falta de endereços causava outro problema adicional: impedia que empresas se instalassem nesses locais, pois não podiam fornecer o endereço para se regularizar juntos aos órgãos públicos.

Queda dos recursos do Fundeb obriga Itapecuru e dezenas de municípios a extinguir contratos temporários.

Redução de mais de R$ 1 milhão no Fundeb de setembro colocou o município em alerta, já que a Lei de responsabilidade fiscal prevê que apenas 60% da receita pode ser usada para pagamento de pessoal.

Em setembro o município de Itapecuru Mirim perdeu mais de R$ 1 milhão de recurso destinado à Educação.

O Prefeito de Itapecuru Mirim, Dr. Miguel Lauand (PRB), teve que ajustar as contas da educação do município, que sofreu só no mês de setembro, queda de R$ 1.186.252,00 em relação ao mês de agosto deste ano, e R$ 908 mil reais, em comparação ao mesmo período de 2016. Com a queda dos recursos, que iniciou em julho e agravou em agosto e setembro, o município entrou em alerta vermelho, já que a legislação prevê que o gestor pode usar até 60% dos recursos para pagamento de pessoal, sendo 54% do Poder Executivo e 6% para a Câmara Municipal, e as despesas só com o pagamento de pessoal, ultrapassaria o limite estabelecido em lei, após queda dos recursos.

E a situação nos municípios Maranhenses devem piorar, já que o presidente Michel Temer (PMDB), já anunciou que a previsão é uma queda de até 50% até o final do ano.

Para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, o prefeito foi obrigado a extinguir os contratos temporários, e determinou a realização de uma força tarefa na Secretaria de Educação para que os alunos da rede municipal de ensino, composta por 122 escolas, não fossem afetados.

“Cerca de 688 professores concursados e toda o corpo efetivo da Semed estão se revezando para garantir a conclusão do ano letivo. O ponto mais difícil é a zona rural, que hoje é composta por 97 escolas. Estamos garantindo a continuidade do ensino com uma proposta pedagógica que está dando certo, e dessa forma, nenhum aluno do município será prejudicado pela crise financeira que cortou mais R$ 1 milhão dos recursos da educação de Itapecuru.” Avaliou a secretaria de educação Socorro Lauand

Além desta medida, todas as secretarias do município estão em regime de economia, visando o reajuste das contas.  Foi realizada redução de 55% das gratificações além do controle de gastos de energia, por exemplo.

 

 

 

 

 

 

 

 

“No início do ano, tínhamos uma previsão favorável do Governo Federal, o que nos possibilitou, inclusive, o pagamento do reajuste do piso nacional da categoria e a realização de seletivo para ampliação do quadro de professores. Com essa queda drástica do recurso do Fundeb, que vem se agravando desde julho, a Lei de Responsabilidade Fiscal nos obriga a extinguir os cargos, o que faço com muita tristeza, já que meu desejo era estar garantindo mais emprego para a população de Itapecuru. Mas com o corte do Governo Federal, e a previsão de mais redução até o final do ano o que não podemos é agir com irresponsabilidade e descumprir o que está na Lei. “ Destacou o prefeito.

Dezenas de municípios.

O Governo Federal irá descontar pelo menos R$ 177 milhões das prefeituras maranhenses, referente ajuste anual do Fundeb 2016. A ação irá desequilibrar as contas de dezenas de municípios, que para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal terão que extinguir cargos contratados, e em alguns casos, iniciar a exoneração servidores concursados.

RODRIGO MAIA ARTICULA SUCESSÃO E PODE DECRETAR A QUEDA DE TEMER

CAMPEONATO PINHEIRENSE TEVE PROSSEGUIMENTO COM RODADA RECHEADA DE GOLS!

O Campeonato Pinheirense de Futebol, teve prosseguimento nesta tarde e noite do sábado (07) no estádio Costa Rodrigues com dois bons jogos e recheados de gols que agradou os torcedores presentes.
Na preliminar valendo pela Segundona (grupo A) o time do Paraíso não tomou conhecimento do Treze de Maio e o derotou por 3×1, com gols de Naldinho 2 e Sinhor fizeram para o time interiorano, enquanto que Dedeca descontou para o Treze. A arbitragem ficou a cargo do senhor Osvaldo Penha com assistências de José Nogueira e Antonio José ambos com um bom trabalho.
Ja’ no jogo de fundo pela Divisão de Elite (grupo A) a boa equipe do Cohab fez a sua estréia e simplesmente atropelou o time do Juventude por 6×1. Com gols de Caio, Mira e Paulo Victor ambos com 02 gols e Kerlison cobrando pênalti fez o gol de honra para o Time do bairro de P. de Santana. No apito tivemos o comando de Nelson dos Santos que foi auxiliado por Gérson Cruz e Warlessandro Sousa que realizaram uma boa arbitragem.
A competição prossegue nesta próxima terça-feira (10) com rodada dupla. Às 18h00 jogão pela Segundona grupo B Comercial (Pirinã) x Ponta de Santana e no jogo principal às 20h00 pelo grupo B, Estrela Vermelha x São Benedito fecham a primeira rodada da competição.

CAMPEONATO PINHEIRENSE DE FUTEBOL 2017

REALIZAÇÃO :
*Liga Pinheirense de Desportos – LPD
APOIO:
*Sec. Municipal de Esportes. Juventude e Lazer
*Prefeitura Municipal de Pinheiro

(Por Alberto Ribeiro)

Maranhão recebe mais 44 profissionais de Medicina pelo programa Mais Médicos

 

Nesta segunda-feira (09) 44 profissionais brasileiros formados no exterior, do programa Mais Médicos, começaram a atuar na atenção básica de 31 municípios do Maranhão. Os médicos fazem parte dos cerca de 1.400 brasileiros que aderiram ao último edital do projeto. Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do país, já são 8.316 brasileiros no programa, o que representa 45,6% do total. No estado do Maranhão, 716 médicos já atuam pelo Mais Médicos.

A prioridade da pasta é ampliar a participação nacional, tornando a iniciativa mais independente e garantindo atendimento médico à população. O número de médicos brasileiros participantes do Programa Mais Médicos aumentou 44% em menos de um ano. “Este momento é importante para o Brasil e para os brasileiros. Estamos avançando e tenho certeza que vamos oferecer mais qualidade na saúde e na atenção básica com a participação desses novos profissionais no programa Mais Médicos”, ressaltou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. 

Essa é a segunda fase do edital. A primeira foi voltada exclusivamente aos médicos brasileiros formados no país. Esses novos profissionais iniciam as atividades em Unidades Básicas de Saúde a partir da próxima segunda-feira em cerca de 800 municípios de 25 estados e Distrito Federal, além de 8 DSEIs. Juntos, eles devem cobrir região com 4,8 milhões de pessoas. Ao todo, foram 1.985 inscritos, mais de um candidato por vaga. 

Durante o mês de setembro, os novos médicos passaram pelo módulo de acolhimento realizado em Brasília (DF). Os profissionais participaram de oficinas educacionais sobre temas diversos, como legislação referente ao Sistema Único de Saúde (SUS), protocolos clínicos de atendimento do SUS, língua portuguesa e código de ética médica. Por fim, os intercambistas realizaram uma avaliação de conhecimento, necessária para a aprovação do profissional participante.   

AVANÇOS – A atual gestão do Ministério da Saúde conseguiu avanços significativos para o Mais Médicos. Uma delas foi a renovação por mais três anos do programa. Além disso, a pasta conseguiu reajustar o valor da bolsa anualmente aos médicos participantes, e concedeu, também, um acréscimo de 10% nos auxílios moradia e alimentação de profissionais alocados em distritos indígenas, que passou de R$ 2.500 mensais para R$ 2.750. Recentemente, neste mês, o Ministério da Saúde por meio de portaria reajustou também em 10% o valor máximo e mínimo (varia conforme a localidade) repassados pelos municípios aos participantes para custeio de moradia e alimentação.

Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. O programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), levando assistência para cerca de 63 milhões de brasileiros.

Do total de médicos participantes, 47,1% são profissionais da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), 45,6% brasileiros formados no Brasil ou no exterior e 4,16% são intercambistas estrangeiros. As demais vagas serão abertas para reposição. 

Desde novembro de 2016, o Ministério da Saúde está abrindo oportunidades para a substituição de médicos da cooperação com a OPAS. Foi feito um levantamento para ver quais cidades atendidas por profissionais cubanos poderiam atrair brasileiros. A expectativa é realizar quatro mil substituições em três anos, tornando a iniciativa mais autossuficiente. Até o momento, mais de 1.000 postos foram substituídos por brasileiros.

 

Estado

Município

Vagas

MA

AGUA DOCE DO MARANHAO

1

MA

ALTAMIRA DO MARANHAO

1

MA

ANAJATUBA

1

MA

ARAME

1

MA

BALSAS

4

MA

BURITICUPU

1

MA

CANTANHEDE

2

MA

CENTRO NOVO DO MARANHAO

1

MA

CHAPADINHA

2

MA

CODO

1

MA

CURURUPU

4

MA

DUQUE BACELAR

1

MA

ESTREITO

3

MA

FORMOSA DA SERRA NEGRA

1

MA

MIRINZAL

1

MA

NOVA COLINAS

1

MA

OLINDA NOVA DO MARANHAO

1

MA

PEDRO DO ROSARIO

1

MA

PORTO FRANCO

1

MA

PRESIDENTE MEDICI

1

MA

RIACHAO

1

MA

ROSARIO

1

MA

SANTA HELENA

1

MA

SANTA QUITERIA DO MARANHAO

1

MA

SAO BENTO

2

MA

SAO PEDRO DOS CRENTES

1

MA

SERRANO DO MARANHAO

1

MA

TIMBIRAS

2

MA

TUNTUM

1

MA

VIANA

2

MA

VILA NOVA DOS MARTIRIOS

1

SINDICATO DOS PROFESSORES E PREFEITURA DE PINHEIRO DIALOGAM E MANTÉM O ENTENDIMENTO, E ASSINARÃO TAC PRA GARANTIR O BOM RELACIONAMENTO ENTRE AMBOS.


O prefeito João Luciano (PP) recebeu hoje 09 a tarde uma comissão formada pela diretoria do Sindicato dos Professores do município de Pinheiro. Estiveram presentes a presidente Dinele Carneiro, a vice presidente Leonizia Rodrigues, além da Professora Alexsilma e a Professora Morgana.
Ainda estiveram presentes o secretário de Educação Augusto Miranda, o presidente da Comissão de Educação da Câmara municipal de Pinheiro, Vereador Professor Sandro Lima, além de alguns outros Secretários da área de finanças da prefeitura de Pinheiro.
O sindicato que na semana passada emitiu uma carta aberta a sociedade pinheirense, onde nesta foram relatados diversas reinvindicações e insatisfações com a atual gestão, uma vez que segundo a carta, o gestor não estaria cumprindo alguns acordos feitos entre os órgãos no início da administração.
De acordo com o prefeito João Luciano, de fato estaria havendo uma falha em relação ao cumprimento a alguns compromissos, porém, o prefeito colocou que sempre esteve aberto ao diálogo com a categoria, deixando aberto o seu whatsapp como ferramenta pra possíveis questionamentos, já que nunca deixou de se comunicar com a professora Dinele e/ou outras pessoas que o procuram.
Luciano ainda deixou bem claro que o que vem acontecendo em relação a Educação no seu governo, também deve-se ao fato da crise instalada no País. “Existia um planejamento adequado para não deixarmos nada disso que estar acontecendo agora, pudesse desestabilizar a nossa gestão, entretanto, a perda de mais de dois milhões dos recursos da Educação,fizeram com que todo nosso planejamento inicial, fosse prejudicado com a retirada desse dinheiro e não voltasse mais” disse Luciano.
“Tive que demitir pessoas pra ajustar as finanças do município, fiz isso com o coração partido, mas não teria outra saída, infelizmente”.
Luciano admite que errou:
“Erramos, não tenho medo de admitir isso, mas vamos seguir em frente, nunca fui Homem de fugir aos desafios, principalmente em situações adversas. Vou ajustar as finanças do município e até o final do ano estaremos com todas as pessoas pagas, onde ninguém terá salário atrasado, mesmo os que foram demitidos, todos serão pagos” afirma o prefeito.
Concurso publico:
Na reunião foi afirmado de forma categórica mais uma vez pelo prefeito que no inicio do ano que vem a prefeitura estará abrindo vagas para todas as áreas da administração publica através do certame publico, inclusive para profissionais da Educação em todas as áreas de atuação. Luciano garantiu que já abriram os estudos para saberem as quantidades de vagas a serem oferecidas no concurso publico.
O Sindicato
As exigências da categoria basearam-se principalmente no compromisso do gestor manter em dias os salários dos profissionais que trabalham na Educação, além de manter um calendário fixo de pagamento, onde efetivos e contratados possam receber na mesma data, que sejam, professores efetivos, estes estão rigorosamente em dias com seus vencimentos, professores contratados (existem uma parte atrasada, mas segundo o prefeito amanhã dia 10.10 até o meio dia os seus proventos estarão em contas), que estão em atraso, de acordo com o prefeito e o entendimento do sindicato, estes logo, logo serão pagos.

Luciano e Dinele, ou seja prefeitura e Sindicato, deverão assinar amanhã um TAC, onde a categoria da Educação e o Prefeito se comprometem mutuamente a atender todas as reivindicações desde que estas sejam justas pra ambas as partes.
O SINPROSEMPI reconhece que a manutenção do dialogo é a melhor maneira para se sair dessas dificuldades, e ainda reconhecem que o que o prefeito Luciano faz hoje, nunca, jamais na administração passada aconteceu neste município. “Hoje sentamos na mesma mesa, Sindicato de um lado e prefeito de outro, dialogamos e chegamos sempre no entendimento”…diz Dinele.

O Plano de cargos, carreiras e remuneração dos profissionais da Educação:
Será discutido novamente com a categoria o PCCR e levado ao conhecimento da Câmara municipal para aprovação ou não, na verdade os profissionais receberam o aval do prefeito pela discussão ampla e aquilo que estiver ao alcance da prefeitura realizar, não haverá nenhum problema, diz Luciano.
Por fim a reunião terminou num clima harmônico onde prevaleceu o dialogo e as garantias do prefeito em resolver todos os problemas que aflingem a categoria.