GOVERNO DO MARANHÃO EM ATUAÇÃO INTERNACIONAL: Equipe de robótica do Iema participa do Robo Party 2017 em Portugal

Estudantes do Iema de Pindaré-Mirim no Robo Party 2017 em Portugal. (Foto: Divulgação)

Estudantes do Iema de Pindaré-Mirim no Robo Party 2017 em Portugal. (Foto: Divulgação)

Estudantes que fazem parte da equipe de robótica da unidade plena do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) de Pindaré-Mirim viajaram, na Quarta-Feira de Cinzas (1°), para Portugal, onde participam, até este sábado (04), na Universidade do Minho, em Guimarães, do Robo Party 2017.

O evento pedagógico reúne equipes de quatro pessoas, durante três dias, para ensinar jovens a construir robôs móveis e autônomos, de uma forma simples, divertida e com acompanhamento por pessoas qualificadas.

A equipe do Iema de Pindaré-Mirim foi convidada a participar do evento por causa da excelente classificação que alcançaram no Torneio Juvenil de Robótica, realizado nos dias 25 e 26 de novembro, no Rio de Janeiro, onde se tornaram vice-campeões brasileiros de robótica, na modalidade Resgate de Alto Risco e Dança. Na oportunidade, a equipe composta de cinco estudantes, apresentou um robô representando o bumba-meu-boi. Competiu com 300 equipes de estados como São Paulo, Minas Gerais e Ceará. Após o destaque na etapa nacional, veio a classificação para um torneio mundial, que acontece em agosto de 2017, na Austrália.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, ressaltou esse momento é de alegria. “É uma escola que tem um ano de funcionamento e nós já temos estudantes classificados na etapa estadual e vitoriosos na etapa nacional, sendo classificados para competir na etapa mundial na área da robótica e para outros eventos na área. É um resultado concreto do investimento que o governador Flávio Dino tem feito na educação profissional em tempo integral. Nós ficamos felizes por esta equipe de professores e estudantes tão empenhados neste desafio que é aprender. Hoje, temos uma equipe firme e rumo a Portugal para competição internacional”.

Deixe uma resposta