COM A SAÍDA DE RENAN QUEM PODE ASSUMIR A PRESIDÊNCIA DO CONGRESSO É WALDIR MARANHÃO

Uma vez confirmado o afastamento de Renan Calheiros, quem assume o comando do Congresso Nacional é Waldir Maranhão. Isso ocorre porque a composição da Mesa do Congresso é composta pelos membros equivalentes nas duas Casas, alternadamente. Viana não faz parte da Mesa do Congresso Nacional.

O presidente do Senado é o presidente do Congresso Nacional, já o vice-presidente é o vice da Câmara. Com a saída de Renan, Maranhão assume o comando das sessões conjuntas.

Entenda o Caso

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu liminar (decisão provisória) nesta segunda-feira (5) para afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado. Ele, porém, mantém o mandato de senador.

O ministro atendeu a pedido do partido Rede Sustentabilidade e entendeu que, como Renan Calheiros virou réu no Supremo, não pode continuar no cargo em razão de estar na linha sucessória da Presidência da República.

“Defiro a liminar pleiteada. Faço-o para afastar não do exercício do mandato de Senador, outorgado pelo povo alagoano, mas do cargo de Presidente do Senado o senador Renan Calheiros. Com a urgência que o caso requer, deem cumprimento, por mandado, sob as penas da Lei, a esta decisão”, afirma o ministro no despacho.

Em nota enviada pela assessoria, Renan Calheiros disse que só irá se manifestar sobre o afastamento após conhecer “oficialmente” o inteiro teor da decisão liminar. A nota diz ainda que o peemedebista consultará seus advogados sobre as medidas adequadas a serem adotadas após a decisão de Marco Aurélio que, segundo Renan, foi tomada “contra o Senado Federal”.

Renan Calheiros ainda pode recorrer ao plenário do Supremo. Além disso, a ação ainda terá que ser analisada pelo plenário da Corte mesmo sem o recurso do peemedebista, mas isso ainda não tem data para ocorrer.

Deixe uma resposta