LUCIANO GENÉSIO: UMA HISTÓRIA DE LUTA, PERSISTÊNCIA E VITÓRIA.

luciano-resis

João Luciano Silva Soares é um exemplo de resiliência e foco, o blog reserva este espaço para homenageá-lo como homem público, pai de família e prefeito eleito da nossa cidade.

images

Quando seu pai, José Genésio enveredou-se pelos caminhos difíceis da politica, não passava em sua cabeça o que o destino lhe guardava, foi deputado e com o destaque na assembleia o povo lhe escolheu para conduzir o município de Pinheiro, sob forte oposição, cercado por muitas dificuldades de um pais que acabara de sair do regime militar, portou-se na obrigação de realizar um exitoso governo, quis o destino que Genésio não concluísse seu mandato, e por uma serie de circunstâncias e conchavos políticos ele não terminou seu governo, tendo seu mandato cassado e substituído pelo seu vice.

Termina um ciclo vitorioso do patriarca dos Genésios, surge então à figura do jovem e destemido Luciano, que trazia como características de sua forma inovadora e precoce de liderar, o pé no chão e muitos sonhos a realizar, isso garantia o legado iniciado pelo seu pai. Eis que surge a oportunidade de se candidatar a deputado estadual em 2006, após o impedimento do seu pai de ser candidato, em sua primeira eleição, surpreendeu a todos obtendo expressiva votação somando mais de 8 mil votos, mas não se elegeu. Sua primeira experiência como candidato lhe deu uma base e ânimo para continuar.

Imediatamente ele começa trabalhar e se projetar para concorrer a prefeitura em 2008, uma forte frente de candidatos a vereadores surge e ergue sua campanha, passando de mais um candidato ao segundo colocado e perdendo mais vez com uma boa votação, mais de 10 mil pinheirenses votaram nele pra prefeito.

Na cabeça de Luciano não eram duas derrotas, eram duas tentativas. Ele sabia que estava no caminho certo, sabia que o seu povo iriam lhe sagrar como grande líder que sempre foi. Aproximam-se as eleições estaduais de 2010 e Luciano mais uma vez surge como favorito para representar a baixada na Assembleia Legislativa do estado, mas não foi o que aconteceu, apesar de seu crescimento e uma votação de mais de 13 mil votos, não foi dessa vez.

Pensar em desistir era uma possibilidade que crescia no coração do jovem líder, mas e os votos? E as pessoas que a cada dia conquistavam mais um? E os projetos que ele queria fazer na cidade? Eram muitas perguntas, e apenas uma resposta, não desistir era o que havia de mais sensato a fazer.

Com as interferências prejudiciais de Filuca Mendes no governo do então prefeito José Arlindo, surge um movimento para que Arlindo rompesse com o seu principal cabo eleitoral, e num ato de coragem, eles rompem. Zé Arlindo livre das maldosas ideias de seu mentor inicia um governo voltado para o mais humilde. Projetos sociais executados em sua gestão contempla aos poucos ideais defendidos por Luciano e em 2012 a chapa de duas fortes lideranças perde por uma diferença irrisória de votos, Luciano era o vice.

Definitivamente era hora de parar, mas Luciano não representava mais apenas sua própria opinião, seus eleitores não aceitavam de maneira alguma a desistência de seu líder. Chega 2014, Flávio Dino é eleito governador vencendo o candidato da oligarquia, e Luciano por apenas 570 votos fica sem mandato, como suplente, ainda assumiu durante 4 meses sendo destaque em assiduidade e representatividade. No entanto, após muitos tropeços ele pensa definitivamente em parar.

A história nos ensina mais que apenas conhecimento, ela nos dá exemplos. Abraham Lincoln foi o 16º presidente dos Estados Unidos da América e quisera o destino, passar por sucessivas derrotas, vergonhosas derrotas, e eleito presidente, escreveu seu nome na história como um dos maiores lideres do povo do norte-americano, libertou os escravos e hoje é cultuado e lembrado por todos, no mundo inteiro, como sinônimo de persistência. Seria Luciano Genésio um autêntico representante da exitosa liderança exercida pelo presidente Lincoln? Apenas os próximos 4 anos nos dirá, pois em 2016, após varias derrotas, o povo de Pinheiro da um basta e elege, com uma significante diferença de votos, João Luciano Silva Soares como prefeito, após a campanha mais ousada, sem recursos, sem estrutura e sem a menor possibilidade de vitória, o destino mais uma vez nos surpreende e o Jovem Luciano, agora pai de família, sai das urnas levantando a mesma bandeira de quando entrou, a bandeira do trabalho, da liberdade e da vitória.

Deixe uma resposta