GOVERNO DO ESTADO REALIZA MUTIRÃO DE CONSULTAS UROLÓGICAS PELA CAMPANHA “NOVEMBRO AZUL”

azu

Cerca de 120 homens participaram do atendimento no ambulatório do Hospital de Câncer Tarquínio Lopes Filho (HCTLF) durante o mutirão de consultas urológicas, que integrou mais uma programação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), pela campanha ‘Novembro Azul’. A ação foi realizada logo nas primeiras horas da manhã do último sábado (19).

azulEsse foi o segundo momento de mutirão na unidade. No início de novembro, foi realizado o mutirão de cirurgias urológicas, que durante dois dias, atendeu 17 pacientes, todos sem complicações pós-operatórias. Segundo o coordenador do serviço de Urologia do hospital e médico urologista Lúcio Paiva, a ação desse sábado contemplou homens que necessitavam da consulta e exames e tiveram a oportunidade de ficar em dia com os cuidados com a saúde.

“Os exames são preventivos. Portanto, todos que procuraram a unidade receberam atendimento. Este ano, focamos em uma campanha que não só esclareça a população, mas que, sobretudo, resolva seus problemas. Avaliamos os resultados como positivos e independentemente do mês ‘Novembro Azul’, o hospital está à disposição para continuar prestando um serviço resolutivo na urologia”, pontuou o médico.

A programação do mutirão também contemplou um momento de interação entre os pacientes e colaboradores durante um café da manhã. O fotógrafo Edgar Rocha, de 74 anos, elogiou o tratamento que recebeu no hospital. “É muito bom chegar a um lugar e ser bem tratado. Pude observar um tratamento humanizado de toda a equipe. Como paciente que sou há muito tempo, fico feliz de ver essa organização e respeito com quem precisa do serviço público de saúde”, considerou o paciente.

Cirurgia
Nos próximos dias 25 e 26 de outubro, haverá a 2ª etapa do mutirão de cirurgias urológicas no HCTLF. Na ocasião, mais 15 pacientes serão operados e, com isso, será zerada a fila de espera. “Após essa segunda etapa do mutirão, iremos zerar a demanda para urologia, o que significa que os pacientes que chegarem à unidade com necessidade cirúrgica, não irão esperar e, após a realização dos exames prescritos, já poderão ser operados. Assim, o Estado consegue atender bem e com eficácia em uma unidade de referência, como é o Hospital de Câncer”, explicou Lúcio Paiva.

Mais Ações
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) atendeu a solicitação de uma comitiva de taxistas para apoiar a campanha ‘Novembro Azul’. Adesivos para carro foram distribuídos na expectativa de alertar a classe para os cuidados com saúde, que, em sua maioria, é composta por homens, além da população em geral por meio da mobilização no trânsito.
No exercício da profissão há seis anos, o taxista Paulo Ricardo Ferreira, um dos coordenadores desse estímulo, explica que a rotina do taxista facilita o sedentarismo e dificulta alguns cuidados com a saúde. “Percebemos que poderíamos reforçar a importância da campanha e que os homens precisam ser incentivados a cuidar da saúde com mais atenção, pois, em geral, não nos preocupamos. Nossa intenção é de ampliar essa conscientização e apoiar as ações do Novembro Azul para que cada vez menos os homens adoeçam”, explicou o taxista.⁠⁠⁠⁠

Deixe uma resposta